“Cerrado - Uma janela para o planeta” é a mostra no CCBB

Martim Garcia / MMM

A exposição: retrato de um bioma diverso

Exposição revela um bioma rico, diverso e repleto de peculiaridades.

RAFAELA RIBEIRO

A exposição “Cerrado - Uma janela para o planeta” desnuda um ambiente marcado pela diversidade de suas paisagens. Também conhecido como berço das águas, o bioma é um mosaico de muitas diversidades: seres vivos, ambientes, cultura e interações. “O Cerrado, no centro do Brasil, é um dos biomas mais importantes do mundo, com muitas espécies que só tem aqui”, destacou o secretário de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente, Roberto Cavalcanti. “Metade das plantas não existe em nenhum outro lugar do mundo”. O evento começou na manhã desta sexta-feira (05/09), no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), em Brasília.

Com o apoio do Ministério do Meio Ambiente (MMA), a exposição conta com projeção de filmes, programa educativo, oficinas e feira do Cerrado. O público se surpreende com a mistura de imagens, luzes e sons. Pássaros cantando, trovões, chuva e outros animais. Os efeitos causam ao visitante sensações e emoções peculiares.

TRÊS MÓDULOS
A mostra é dividida em três módulos: Grande Sertão Veredas: paisagens do cerrado; A Trama do Cerrado: diversidade e Os Quatro Elementos: água, fogo, terra e ar. O primeiro traz as formações vegetais que compõem o bioma. O público pode observar as paisagens, a vegetação, a luz, o solo, ouvir os sons da fauna e do vento. O segundo momento trata da rica diversidade do Cerrado. O visitante conhecerá os abrigos de diferentes animais, insetos, peixes e a variedade de sementes, frutos e folhas que o bioma acolhe. Neste ambiente estão montados sistemas simples que reproduzem a disseminação das sementes pelo vento e pela água.

No terceiro módulo o visitante vai conhecer um pouco da história geológica do Cerrado, a diversidade de solos e suas relações com as formações vegetais, da importância da vegetação para o clima e para o ciclo da água. E também entender a influência do fogo na dinâmica das paisagens do Cerrado incluindo as respostas da flora e da fauna. 

Roberto Cavalcanti ressalta a importância do Cerrado como grande celeiro do país, grande produtor agrícola. “O futuro da produção agrícola depende da estratégia de conservação do Cerrado”, disse. “É importante conhecer as espécies, conhecer o que elas exigem e dar condições para que se possa ter a coexistência de diversas atividades o mesmo ambiente”.

Para o secretário é importante que a nova geração, crianças e adolescentes, conheçam bem o Cerrado para, assim, protegê-lo. “Nós protegemos aquilo que conhecemos”, explicou. “A vivência da exposição te propicia conhecer melhor as espécies e identificá-las no meio ambiente.” A exposição fica no CCBB até 19 de outubro e pode ser visitada de quarta a segunda, das 9h às 21h.
http://www.mma.gov.br/index.php/comunicacao/agencia-informma?view=blog&id=467

 

SAIBA MAIS sobre a mostra

A exposição Cerrado: Uma Janela para o Planeta levará o público a descobrir e conhecer detalhes desse fascinante bioma, presente em 11 estados brasileiros. A iniciativa do Ministério de Ciência Tecnologia e Inovação, do Museu de Ciência e Tecnologia de Brasília e da Universidade de Brasília reúne acervos naturais, informações e curiosidades. A mostra acompanhada do programa educativo pretende despertar o interesse para a conservação do bioma, que sofre grande pressão de degradação e desmatamento. Haverá também uma feira com produtos ecossociais, palestras e oficinas.
Curadoria de Jorge Wagensberg.

Confira a programação completa:
SEMINÁRIO CERRADO:
05/09 – SEXTA FEIRA
10h – 11h00 Abertura com falas institucionais:  MCTI, MMA, GDF, UnB, UNESCO
14h – Mesa-redonda:
Uma janela para o Planeta – Conversa com os Curadores – Prof. Dr. Jorge Wagensberg (Prof. da Universidade de Barcelona)
Palestra sobre difusão científica, papel dos museus de ciência e tecnologia – Dr. Douglas Falcão, Diretor do DEPDI/MCTI
Palestra – Profa. Dra. Mercedes Bustamante – Professora Dept. Ecologia da UnB
06/09 – SÁBADO
9h30 – 11h Mesa redonda Biodiversidade
Prof. Manoel Claudio (UnB) / Profa. Cássia Munhoz (UnB) - Diversidade vegetal
Prof. Mauro Ribeiro (IBGE) / Profa. Barbara Fonseca (UCB) – Ambientes Aquáticos
Profa. Ivone Diniz (UnB) – Diversidade de Fauna
11h30 – 12h30 Fogo – Conhecimento científico e tradicional
Profa. Heloisa Miranda (UnB)
Profa. Isabel Belloni (UnB)
Prof. Christian Berlinck (ICMBio)
14h15 – 15h15 Mesa redonda Paisagens / Mudanças de uso da terra
Prof. Laerte Ferreira (UFG)
Mario Barroso (WWF)
Prof. Britaldo Soares (UFMG)
15h45 – 16h45 Diversidade Social
Prof. Ricardo Ribeiro (PUC Minas Gerais)
Isabel Benedetti (ISPN)
Representante (Rede Cerrado)
CINE CERRADO ( 07/09 ) – Filmes, Documentários e Curtas sobre o Cerrado.
10h – Sertão Veredas Peruaçu – Mosaico de conservação, cultura e produção
Direção: Tiago Barros e Elza Kawakami Savaget
Você conhece o Cerrado?
Produção: WWF BRASIL Lançamento do vídeo do WWF
12h – Sociobio do cerrado (micro-vídeos)
Raízes da gastronomia brasileira: Comunidades Indígenas

Doc, 4’22, 2013 – Direção: David Giacomelli & Davide Oddone
Baru: a castanha do Cerrado
Doc, 6’, 2014 – Direção: Diego Mendonça e Farid Abdelnour
Extrativismo sustentável da cagaita
Doc, 6’27, 2014 – Direção: Diego Mendonça e Farid Abdelnour
Quebradeiras de coco babaçu – da série: Curta Agroecologia
Doc, 7’53
14h – Histórias, causos e prosas
Doc, 33’, 2011
16h – Tempo de Kuarup
Doc, 52’, 2014 – Direção: Neto Borges
FEIRA DO CERRADO: 11 a 21 de setembro, Jardins do CCBB – 
Artesanato, cosméticos, produtos alimentares nativos de comunidades tradicionais, quilombolas, indígenas e de agricultores agroextrativistas ao alcance da comunidade de Brasília.

OFICINAS (sempre às 17h)
Dia 6/9 – Oficina Identificação de espécies – WWF
Dia 13/9 – Oficina de Germinação de Sementes com a Rede Sementes
Dia 20/9 – Contação de histórias Maria Jatobá
Dia 27/9 – Oficina de ilustração científica com o Prof. Marco Antônio, núcleo de ilustração científica da UnB


 

--